>> Gestão Escolar> Gestão da aprendizagem> Formação de professores A experiência de Matheus, um aluno autista, na escola

Conheça a história de Matheus Santana da Silva, 14 anos, autista. Ele estuda em uma turma regular de escola pública em São Paulo desde a 1a série.

 

Fonte: Revista Escola

Anúncios

Superdotação

Podemos considerar superdotados os sujeitos que, numa aplicação de testes, superam a maioria das pessoas inseridas nesse mesmo grupo, sendo por idade ou por nível de formação, os conhecidos testes de QI – quociente de inteligência.

O teste de QI foi proposto em 1912, por Wilhelm Stern, que conseguia identificar o nível mental do sujeito através da divisão de sua idade mental pela idade cronológica.

Alguns anos depois, Lewis Madison Terman sugeriu que o resultado da divisão fosse multiplicado por cem, a fim de facilitar a pontuação obtida – antes em números decimais.

Lewis criou uma tabela de QI diante da qual os resultados eram analisados, identificando o nível de inteligência da pessoa avaliada. Segundo ele, a normalidade intelectual aparece entre os resultados de 90 a 109 pontos. Abaixo estão as limitações, assim como os índices acima fazem referência a pessoas com inteligência em excesso. A genialidade aparece quando o resultado ultrapassa o valor de 140 pontos.

Nas escolas, é comum aparecer alunos que manifestam um índice de inteligência acima da média da turma, mas nem sempre isso indica que o aluno seja um superdotado.

385211-Crianças-superdotadas-como-identificar-2

Leia o resto deste post

Interação Inclusão

1044452_479840562095576_992579073_n

Fonte:Deficiente Ciente

Dia do Intérprete de libras

993790_546661662035907_341233292_n

Você tem acompanhado a rotina escolar do seu filho?

968794_350714498364656_922627210_n

Segundo o Pense (Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar) 70% dos brasileiros não supervisionam os deveres de casa das crianças e 40% não sabem o que elas fazem no tempo livre. A pesquisa apontou ainda a exposição de jovens a fatores de risco, como uso de drogas ilícitas, lícitas e a experiência da relação sexual sem o uso de preservativo.
Considero tal pesquisa pertinente, porém, extremamente preocupante tendo em vista o resultado apontado. Em textos anteriores falei da importância da relação primeva entre pais e filhos, mas vale salientar que tal relação deve ser cultivada em todo processo de desenvolvimento do sujeito, assim como uma criança precisa dos pais para crescer, quando cresce precisa dos pais para orientá-la e sobretudo educá-la, filhos precisam de pais que sejam pais.
Isso quer dizer que é preciso estar presente na vida do filho, ensinar certo e errado, saber dizer não diante de manhas, rebeldia e vontades narcisistas, é preciso dialogar, enfim, acompanhar de perto o que seu filho anda fazendo. Não adianta dar um telefone para saber o que ele esta fazendo, é preciso ser presente.
Educação não é uma tarefa exclusiva da escola, a escola complementa a educação de um sujeito, mas é na relação mãe – pai – filho que nos desenvolvemos e nos estruturamos enquanto sujeito, e isso não é delegável.

(Fonte: Jornal Gazeta do Povo)
Editado por Amanda Marilia Leitte

 

 

Arquiteto cria lavanderia acessível a cadeirante na Casa Cor

A lavanderia criada pelo arquiteto Alan Vaz Mascarenhas para a Casa Cor deste ano de 2013 foi projetada para um artista plástico que é cadeirante. O espaço também é usado como ateliê pelo personagem e traz propostas inovadoras de acessibilidade, aliada ao design funcional.

lavanderia1

Leia o resto deste post

Pareamento com esquema corporal

Quero dividir com vocês minha a alegria com está atividade, está desenvolvendo atividade de  pareamento do  esquema corporal com meu aluno autista, sobre as partes básica do corpo. Conversei com ele expliquei, ele me olhou pegou o boneco e montou em cima do outro, e disse assim : “está quebrado”. Está atitude me fez ganhar o dia.