A CASA – Vinicius de Moraes (letra e vídeo)

Todas as atividades desenvolvidas nos Atendimentos da Sala Multifuncional vem de encontro com a especificidade dos alunos, e o limite de cada um.

Trabalho desenvolvido com alunos com deficiência intelectual.

Muitas vezes são os alunos que provocam a interação entre as atividades. Portanto, os atendimentos fazem parte de um contexto amplo, que os alunos podem explorar livremente, dando significado ao seu processo de construção e os limites de cada um.

A exploração de gêneros textuais, de linguagem oral e/ou escrita em diferentes situações comunicativas. Nela são desenvolvidas atividades que levam o aluno a se expressar oralmente e por escrito, bem como a sua capacidade de compreensão diferentes . Ao construir e reproduzir textos com liberdade de expressão, invariavelmente o aluno participa intensamente das atividades. Percebe-se que as produções textuais dos alunos representam uma construção de sua história subjetiva.

A valorização e a exploração da capacidade de criação e de produção de textos permitem ao aluno desenvolver ações práticas e ao mesmo tempo a interação com um nível de compreensão mais elaborado com trocas simbólicas entre o aluno, o texto e o possível leitor.

• Ler: o aluno interpreta textos de todos os gêneros, de acordo com sua visão de mundo. O leitor, mediado pelo texto, o reconstrói na sua leitura, atribuindo lhe outra significação (a sua própria).

• Favorecer a livre expressão: ler, escrever, falar, comunicar, de forma que o aluno se expresse mediante a produção oral e escrita.

• Escrever: o aluno descobre as funções e o uso da língua escrita nos atos de registrar, informar, comunicar, instruir e divertir.

• Falar: o aluno utiliza seus recursos de comunicação oral, para exprimir sua compreensão, interesse, desejos, idéias e estabelecer trocas com o outro (colegas e professores).

• Ouvir o outro: diz respeito à capacidade de compreender o que os colegas e o professor transmitem oralmente, ao lerem ou contar uma história, um acontecimento, um filme.

• Compartilhar práticas: explorar a construção coletiva e cooperativa na leitura, escrita.

21 set. 2009 – Especializado Deficiência Mental SEESP / SEED / MEC Brasília/DF2007; F icha Técnica C oordenação do Projeto de Aperfeiçoamento de

Trabalho desenvolvido com alunos, origami de casa, é muito fácil, simples.


Anúncios

Publicado em março 7, 2012, em Atendimento e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Amei. Conhecia a música e já trabalhei muito com ela, mas o vídeo? É demais, muito interessante para trabalhar com as crianças, afinal, somos todos atraidos pelo visual! Parabéns!
    Mais uma amostra de que trabalhar com gêneros é fácil e simples. Basta ter vontade e criatividade!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: